segunda-feira, 21 de março de 2016

Goldman Sachs o banco que domina o Brasil e o mundo

O poder do capitalismo financeiro

   Já havia falado do Goldman Sachs aqui no blog, mas o post repercutiu muito pouco, achei uma pena. Acho que as pessoas precisam compreender mais o que é o capitalismo financeiro, e conhecer o Goldman Sachs é um meio rápido e didático de compreender como funciona a economia na atual fase do capitalismo. A maioria das pessoas que debate política fala da situação econômica do país e das medidas econômicas do governo sem nem sequer saber que existe algo chamado capitalismo financeiro, o que significa, sinto dizer, que a maioria das pessoas não tem ideia do que está dizendo. E exitem outros tantos que falam do capitalismo financeiro, mas não conhecem o Goldman Sachs. E muito disso se deve a forma como age o próprio banco, sempre de forma escondida, nos bastidores, nem sequer sabe-se quem são os seus donos.

   O Goldman Sachs volta aqui ao blog como uma tentativa de conscientizar as pessoas ou alguém, para a noção de que o que está acontecendo no Brasil e no mundo vai muito mais além, tem muitas mais camadas, do que isso que vemos na mídia e nas redes sociais. O que circula na superfície é só aquilo que dá-nos a visão que o poder ($$$) quer que tenhamos para que a sua agenda seja posta em prática. Não é a verdade o que circula, são ideologias, meias-verdades, propagandas, opiniões apaixonadas, textos militantes, tudo parcial e tudo carregado com os interesses de grupos.

   O Goldman Sachs volta aqui ao blog também porque recentemente, na estréia do novo jornal da Globo News, na coluna de economia, o convidado a dar o parecer sobre o futuro da economia do país, numa participação que durou alguns bons minutos foi nada mais nada menos do que o presidente do Goldman Sachs no Brasil, Paulo Leme (foto). Ou seja, a tese que defendi aqui de que o Goldman Sachs, o banco que dirige o mundo, estava por trás de toda, de toda, essa bagunça que vemos no Brasil se tornava evidente ali bem diante dos meus olhos ao vivo na televisão. E sendo assim, mais uma vez o Goldmana Sachs volta ao blog. Preste atenção ao que dizem esses documentários, reflita, investigue mais, aprofunde-se, e ajude a mais pessoas a compreender o que é o capitalismo financeiro e como agem os bancos, em especial o todo-poderoso Goldman Sachs.


"Sou um banqueiro fazendo o trabalho de Deus"

Lloyd Craig Blankfein - 
Diretor Executivo do Goldman Sachs



Goldman Sachs - O Banco que dirige o Mundo



   O documentário foi produzido pela Arte France e lançado em 2012. Dirigido por Jérôme Fritel e Marc Roche o filme é baseado no livro de Marc Roche O banco - Como o Goldman Sachs Dirige o Mundo e mostra como, em silêncio, sem que praticamente nenhuma menção exista nos meios de comunicação, o banco se infiltra nos governos dos países do mundo, incluindo os EUA, e assim passa a comandar os destinos econômicos das nações não medindo esforços para obter o máximo lucro, sem se preocupar com as consequências de suas ações aos seus clientes e a sociedade.
   PS: O Vimeo as vezes não é o melhor site para ver um vídeo. Caso tenha problemas, baixe o arquivo no próprio Vimeo ou jogue na busca e você encontrará o doc postado em sites alternativos. 

Os Segredos do Goldman Sachs



Esse documentário é também uma produção francesa, dirigida por Christine Cauquelin, Françoise Feuillye e Philippe de Bourbon foi também lançado em 2012. Ele faz o mesmo tipo de denúncia que o primeiro filme, servindo de complemento a ele, trazendo novas informações, outros detalhes, e mais explicações para alguns pontos que eventualmente ficarem obscuros após uma conferida no primeiro filme e nas reveladoras informações que ele contém.

Dividocracia



   Aqui temos um documentário grego lançado em 2011, dirigido por Aris Chatzistefanou e Katerina Kitidi, que mostra como os bancos/capitalismo financeiro internacional agem nos países periféricos da Europa, como Portugal e Espanha, promovendo crises e acumulando lucros monstruosos. Apesar de tratar de toda a situação na Europa o foco do documentário é a Grécia e nele também fica evidente o papel que o Goldman Sachs desempenhou para destruir a economia do país e lucrar ao impor aos gregos uma série de medidas de austeridade, empréstimos a juros elevadíssimos e outras ações estrondosamente lucrativas.

Os reais motivos da crise



   Quando conheci o Goldman Sachs resolvi gravar um vídeo, pois percebi que as ações do banco vinham ao encontro à uma série de informações e reflexões que vinha acumulando sobre a crise no Brasil. Essa conexão bancos/crise me inspirou então a fazer um vídeo e um pouco eufórico e as pressas o fiz. E quando postado aqui no blog, repercutiu pouco não suscitando nenhum debate. Contudo, tinha interesse em trazer o assunto de volta aqui, e quando vi o presidente do banco no jornal da Globo News vi que esse era o momento. Então, trago também de volta o vídeo, que além de falar sobre o banco, trás novas reflexões sobre ele, sobre a crise econômica e sobre a crise política do país, reflexões que diferem das que andam circulando por aí e que sempre procuro lembrar não são de direita nem de esquerda.

Catastroika




   O documentário é uma espécie de continuação do documentário Dividocracia. Lançado em 2012, aprofundando-se mais no tema e ao mesmo tempo percorrendo a situação de mais países do mundo, mostra como o capitalismo atual se apodera dos governos dos países promovendo crises e catástrofes financeiras, disso obtendo lucros exorbitantes sem nenhum um tipo de preocupação ética. A direção é de Aris Chatzistefanou.



_________________________________________________________________________________________________________________________


   Gostaria ainda de dizer que obviamente não temos nenhuma evidência direta de que o Goldman Sachs está por trás da crise no Brasil, entretanto, se levarmos em conta o que vemos nesses vídeos e nos atermos a situação em que o Brasil se encontra; se nos lembrarmos do que dizem alguns intelectuais mais independentes, economistas e mesmo políticos, que afirmam que são os bancos que dão as cartas no Brasil; somando-se ao fato de o presidente do banco estar no canal jornalístico da maior rede de televisão do país, falando dos rumos de nossa economia, temos fortes indícios que nos permitem por observação indireta deduzir que eles estão sim por trás de muita coisa do que está acontecendo, especialmente aquilo que mais evidentemente trás lucros aos bancos.
   Ainda sobre essas questões, e para um aprofundamento maior sobre o capitalismo financeiro e a ação dos bancos nas economias dos países recomendo o post 10 documentários que vão explodir o seu cérebro.


Os Americanos

Loading...