quinta-feira, 7 de março de 2013

A teoria da Terra oca

   Um mundo em baixo do nosso mundo

  Eu pesquiso muito sobre todo tipo de assunto na internet. E adoro fazer e poder fazer isso. Entretanto, nessas pesquisas, até recentemente, não dava muita importância às chamadas teorias de conspiração. Achava que eram coisa de pessoas ingênuas e paranoicas. Então, um belo dia, meio sem ter o que fazer, resolvi me aprofundar mais nessas tais teorias. Pude assim confirmar minha suspeita, elas realmente são coisas de pessoas ingênuas e paranoicas, pois esse tipo de pessoa são facilmente seduzidos por esse tipo de assunto. Contudo, constatei também que essas teorias são muito mais do que isso. São um campo de estudo onde se aprende muita coisa sobre os mais diversos temas e que nos possibilitam ver o mundo sobre prismas os mais variados. A maioria delas são baseadas em fatos incontestáveis e bem pouco conhecidos, e mesmo que nunca venham a se confirmar, elas te enriquecem culturalmente e são diversão garantida.
   Estou há alguns meses pesquisando a fundo as mais variadas e incríveis dessas teorias e a partir de hoje vou começar a trazer um pouco desse assunto aqui para o Steve Jobs Zombie. E para inaugurar essa nova abordagem do blog começaremos com uma instigante teoria que diz que a Terra é oca.


 Agartha - Muitos dos defensores dessa teoria acreditam que nosso planeta não só e oco como é habitado por civilizações avançadas. Essas civilizações descendem dos habitantes da antiga Atlântida e da ainda mais antiga Lemúria, que seria uma civilização que teria existido em um continente que ficava onde hoje temos o Oceano Pacífico. Ilhas como as de Páscoa e as do arquipélago da Havaí seriam remanescentes deste continente. 
   Essas civilizações, ou civilização intra-terrena, teria o nome de Agartha e habitaria os continentes que existem dentro da Terra. Porém, esse continentes não seriam como os da imagem ao lado, que mostram a Terra do "avesso". Seriam na verdade outros continentes, cercados por outros mares.


  


Sol Interno - Essa civilização prospera no interior do planeta, assim como uma rica fauna e flora, graças à um sol interno que fica bem no seu centro. Esse sol manteria uma temperatura agradável constante para os habitantes de Agartha, num dia eterno sem noites. E como o sol é fixo a luz interna equivale sempre a do nosso meio-dia.








Contatos Imediatos - Essa civilização evoluída teria uma tecnologia muito avançada e contatos regulares com seres de outros lugares da galáxia. Assim muitos dos avistamentos de Ovnis teriam alguma ligação com as atividades intra-terrenas, da mesma forma os avistamentos de Osnis (Objetos Submarinos Não Identificados).





Entradas para o mundo subterrâneo - De acordo ainda com a teoria é possível acessar esse mundo oculto por aberturas que existem em determinados lugares do planeta. No pólo norte e no pólo sul existiriam grandes buracos que dariam acesso a Agartha. No Tibete existiria uma outra entrada guardada por monges budistas. E no Brasil, na Serra do Roncador/MT (foto), um outro local onde poderia-se adentrar nesse mundo. 
   Em 1952 o arqueólogo e explorador britânico Percy Harrison Fawcett e seu filho desapareceram misteriosamente na Serra do Roncador quando tentavam encontrar a passagem que permitiria contactar as civilizações desses mundos subterrâneos.

   

Richard Byrd - Foi um oficial da marinha americana que ganhou notoriedade em sua época por suas explorações pelos pólos norte e sul. Acredita-se que em seu sobrevoou sobre o pólo sul em 1929 ele teria entrado terra a dentro e contactado seres habitantes das profundezas. Esse fato teria sido encoberto pelo governo americano, mas é defendido por alguns autores. Existe inclusive um suposto diário em que Byrd narra sua aventura, descrevendo mamutes no pólo sul, vegetação, discos voadores e seu contato com os habitantes de Agartha.


Nazistas na Antártica - Contudo, o mais notável interessado pelo mundos subterrâneos foi Adolf Hitler. Uma grande expedição militar alemã foi mandada para Antártida durante a Segunda Guerra e tempos antes outra esteve no Tibete. Hitler considerava o povo alemão descendente dos Atlantis e existem indícios de que ele acreditava que encontraria nesses locais cidades subterrâneas onde contactaria outros descendentes de Atlântida que comprovariam sua crença. O corpo de Hitler nunca foi encontrado, há quem diga que ele fugiu para Agartha. 







   Argumentos - A terra fica mais quente conforme se aproxima dos pólos; existiria pólen e poeira nos ventos vindos dos pólos; a aurora boreal não seria provocada pelos ventos solares mais sim pela luz que é irradiada pelo sol interno e atinge a atmosfera na região dos pólos graças aos buracos neles existentes; um mamute encontrado congelado na sibéria em bom estado de conservação seria o cadáver de um animal vindo de dentro da terra, e não o de um animal congelado abruptamente na última era glacial como acreditam os cientistas; não é possível ver os pólos no Google Earth, eles estão escondidos; existem áreas bem no interior da Antártida onde comprovadamente não existe gelo; o máximo que o homem conseguiu perfurar até hoje foram 12 km; o tráfego aéreo é proibido na região dos pólos.


   Terra Oca - Esse é um resumo da teoria da Terra oca. Vc pode encontrar muito mais dados pela internet. Entretanto, vale lembrar que nenhum cientista "sério" aceita essa ideia, e existem vários argumentos científicos geológicos/astronômicos que a contradizem. Porém, somente quando a nossa tecnologia permitir uma escavação com profundidade superior a 2000 km (espessura da crosta terrestre segundo os teóricos da Terra oca) ou quando o acesso aos pólos for totalmente livre poderemos ter alguma certeza sobre essa inquietante teoria. 
   






Os Americanos

Loading...